Pessoas Algaroba, Pessoas Umbuzeiro.



Algaroba
Umbuzeiro

Árvores Sagradas. Pessoas Sagradas.


Preciosidades nordestinas: a Algaroba e o Umbuzeiro.

Como plantas dão sombra, alimento, morada e renda. 

Quando tudo seca, quando até o feijão e milho guardados como semente são comidos, ou vendidos, eis que 

as algarobas e umbuzeiros florescem e dão fruto.

Os umbus, vendidos nas feiras-livres, são a renda de sobrevivência do nordestino.

As vargens da algaroba alimentam a pouca criação que sobrevive à seca.

Estes benditos frutos, do ventre da mãe natureza, chegam nos sertões trazendo consigo uma lufada de 

esperança.

Atenuando, qual bálsamo, as feridas da seca inclemente.

Lembra destas árvores nas tuas dificuldades.

Lembra que apesar do sol inclemente, da fome, da falta de água, metáforas para tuas dificuldades 

existenciais, aparecerão na tua vida pessoas-algaroba e pessoas-umbuzeiro que te ajudarão a sobreviver.

Saber reconhecê-las é uma arte, mas quando o fizer as preservem. 

Como os nordestinos preservam, qual relicário sagrado, os umbuzeiros e algarobeiras.

És algaroba, todas as vezes que outros alimentam-se de ti.

És umbuzeiro, quando renuncias ao desespero e a desesperança;

És alimento, quando de ti brotam palavras de apoio, compreensão e solidariedade.

És sombra quando outros vem a ti, em busca de um aconchego, de uma palavra amiga;

És esperança quando de ti irrompe um brado por justiça.

Sejamos Algaroba e Umbuzeiros uns para os outros.

Um comentário:

  1. Sempre maravilhoso com as palavras... Sim eu sigo!! :)

    Jaqueline D. Duarte

    ResponderExcluir

Seu comentário é uma honra.

Crônicas Anteriores